As Nações Unidas declararam 2020 como o Ano Internacional da Sanidade Vegetal.
Trata-se de uma oportunidade única para despertar a consciência global de como a proteção da saúde vegetal pode ajudar a terminar com a fome, reduzir a pobreza, proteger o ambiente e fomentar o desenvolvimento económico.

A Direção Regional do Arquivo e Biblioteca da Madeira, integrada na Rede de Bibliotecas Associadas à Comissão Nacional da UNESCO (CNU), apoia esta iniciativa realçando aspetos do seu acervo e destacando uma personalidade madeirense que se distinguiu pelo trabalho de referência na área da botânica, o engenheiro Rui Vieira.

Rui Manuel da Silva Vieira

Nasceu em 29 de março de 1926, no Funchal.
Licenciou-se em Engenharia Agronómica no Instituto Superior de Agronomia de Lisboa, no ano de 1951, tendo desenvolvido no estágio curricular da sua licenciatura um estudo sobre a «Mosca da fruta “Ceratitis capitata”», com o qual obteve a nota final de 19 valores, e que lhe permitiu representar Portugal numa conferência na Argélia. Ainda antes de terminar a licenciatura e até iniciar a carreira profissional, Rui Vieira publicou vários textos sobre pragas e o seu controlo.
Em 1952 entrou para o quadro dos Serviços Agrícolas da Junta Geral do Distrito Autónomo do Funchal, continuando a realizar estudos nas áreas da sanidade vegetal, horticultura, fruticultura e viticultura.
Dois anos depois, foi nomeado diretor da Escola Prática Elementar da Agricultura, e em 1960 tornou-se o primeiro diretor do Jardim Botânico da Madeira.
Desempenhou, nas décadas seguintes, diversos cargos de natureza política – nomeadamente o de Presidente da Junta Geral do Distrito Autónomo do Funchal – e aposentou-se em 1989. Permaneceu, no entanto, como assessor na implementação da Operação Integrada de Desenvolvimento da RAM.
Publicou o seu último estudo, Flora da Madeira: plantas vasculares naturalizadas no arquipélago da Madeira, em 2002.
Faleceu em 29 de agosto de 2009. Nesse mesmo ano, em setembro, o Governo Regional atribuiu o nome do Engenheiro Rui Manuel da Silva Vieira ao Jardim Botânico.

Acervo Rui Vieira

O acervo de Rui Vieira, doado à RAM em novembro de 2019, encontra-se à guarda da DRABM. É constituído pelo seu arquivo profissional, com cerca de 227 documentos – datados entre 1913 e 2007 – e pela biblioteca pessoal com 678 espécies bibliográficas – entre as datas de 1892 e 2007 – das quais 574 são monografias e 104 publicações periódicas.

Biblioteca Eng. Rui Vieira

A biblioteca incorporada inclui um número considerável de publicações sobre os arquipélagos da Madeira, Açores e Canárias. Inclui também diversas obras sobre agronomia em língua estrangeira, das quais destaca-se The culture of vegetables and flowers from seeds and roots, editada em Londres, em 1892.

Obras sobre saúde vegetal na Madeira

Obras em língua estrangeira

Outras obras sobre a temática

Arquivo Eng. Rui Vieira

O arquivo do engenheiro Rui Vieira reúne um conjunto de documentos decorrentes da sua atividade profissional. Do núcleo documental destaca-se o trabalho de investigação sobre a «Mosca da fruta “Ceratitis capitata”», realizado no âmbito do seu estágio curricular na Delegação da Junta das Frutas e no Grémio dos Exportadores de Frutas e Produtos Hortícolas da Ilha da Madeira, que consta do seu arquivo (cx. 3-1).
Destacam-se também outros trabalhos de investigação, relatórios, pareceres, artigos publicados e apontamentos sobre temas referentes à vegetação das quintas madeirenses, planos agrícolas e produção agrícola, arborizações de parques, clima, acessibilidade, geomorfologia, vegetação natural e fauna indígena da Madeira, descrição de espécies vegetais, vinho e vinha, produção de hortícolas e flores, recuperação da praia e dunas do Porto Santo, entre outros. Inclui ainda correspondência recebida, postais e fotografias.

“Relatório da Conferência Internacional sobre a mosca da fruta Ceratitis Capitata (Wied)”, trabalho apresentado pelo Eng. Rui Vieira, em Argel, 1954-01, ABM, Eng. Rui Vieira, cx. 3, n.º 1.

As quintas e sua vegetação

Trabalho do Eng.º Rui Vieira sobre a vegetação da Quinta Magnólia, s.d., ABM, Eng.º Rui Vieira, cx. 1, n.º 22.

Trabalho do Eng.º Rui Vieira “Sobre a recuperação da parte vegetacional da Quinta do Monte” e planta do jardim, s.d., ABM, Eng.º Rui Vieira, cx. 3, n.º 18.

Desenhos, postais e fotografias

Desenho de flor da abissínia “Kalanchoe delagoensis”, s.d, ABM, Eng.º Rui Vieira, cx. 1, n.º 31.

Postais de plantas endémicas, s.d., ABM, Eng.º Rui Vieira, cx. 7, n.º 1.

Fotografia da planta endémica “Genista tenera”, s.d., ABM, Eng.º Rui Vieira, cx. 2, n.º 3.

Livro assinado pelo Eng.º Rui Vieira sobre a cultura da vinha na Madeira, com desenhos e notas do autor e trabalhos fotográficos de “Foto Perestrelos”, sem capa, s.d., ABM, Eng.º Rui Vieira, cx. 7, n.º 2.

Listas de Plantas

Tabela de plantas usadas na medicina popular Madeirense, s.d., ABM, Eng.º Rui Vieira, cx. 4, n.º 21.

Lista de plantas aromáticas da Madeira, 1975-07-14, ABM, Eng.º Rui Vieira, cx. 1, n.º 50.

Lista de “plantas em dúvida na medicina popular da Madeira”, [1991], ABM, Eng.º Rui Vieira, cx. 2, n.º 14.

Lista de plantas endémicas do arquipélago da Madeira, 1978-11-06, ABM, Eng.º Rui Vieira, cx. 4, n.º 18.

Outros Recursos

Sanidade vegetal: monografias

Leituras para miúdos e graúdos

A partir da seleção acima, destacamos a obra Cem sementes que voaram, através de uma proposta de exploração de leitura, dirigida a crianças e pais.